domingo, 4 de outubro de 2009

Dias Ordinários

Notícias esportivas e programas de auditórios. Revistas eletrônicas fazendo de qualquer coisa, uma notícia. O domingo é um dia de atroz preguiça, de ócio inútil, que pouco nos leva a contemplação, mas sim ao desespero duma segunda-feira eminente. O cotidiano é nocivo ao pensamento, a razão, a emoção. Nos abandona ao relento das nulidades. Vivemos de domingo a domingo, presos ao calendário gregoriano, como presos em calabouços, acorrentados aos grilhões da nossa rotina-desesperança. Mas quem disse que coisas extraordinárias não acontecem em dias ordinários?

5 comentários:

Gian Fabra disse...

viciei nesse café =)

e sua visita é sempre bem vinda

AnaLoo disse...

É verdade :D

Eu gosto de domingo. Às vezes passo muito tempo sozinha, mas é bom. Vou pro sítio dos meus avós e sou a única neta que ainda faz isso com frequencia. Tem piscina, cachorro vira-lata, rede e comida boa :)

Patrícia Rubim disse...

AnaLoo, você sempre foge do que é ordinário. Sempre. Foge mesmo. Vai até o sítio pra isso.
beijos

Ana Beatriz disse...

oii patricia sou eu bia sua priima...amei seu blog..bjos

Anônimo disse...

Roubei de dias passados para os atuais domingos um adorável costume que fora inibido pela falta de tempo, dedico meus domingos ao cinema! =)